mandinga

February 9, 2011

Mulheres da Cultura

Filed under: ALEGORIAS MANIFESTANTES,General — mandinga @ 6:56 pm

queria subir esse conteudo primeiramente no imaginarios.net – em homenagem ao DP, que partiu. Mas ainda, de onde está, nos envia muita força pra sermos mais livres e plenas.

Trata-se dos princípios do Mulheres da Cultura. Para todas as que buscam plenitude em suas vidas cotidianas e nos seus fazeres criativos… avante !

MULHERES DA CULTURA

1 – MISSÃO- entendendo missão como nossa razão de ser:

– estimular, garantir e defender a participação feminina na cadeia produtiva da cultura, com respeito e igualdade. Agregar a Cultura valores que propiciem imaginários e comportamentos que valorizem o gênero feminino. Buscar a emancipação e sustentabilidade de mulheres pela cultura.

2- VISÃO – entendendo visão como onde queremos chegar:

– Ser rizoma de micropolíticas que garanta sustentabilidade, solidariedade e liberdade de ações em gênero e cultura. Bem como, fomentar , pleitear e implementar políticas públicas que garantam sustentabilidade as iniciativas de cultura e gênero.

3- Carta de princípios:

CARTA DE PRINCÍPIOS

01 – Garantirmos a participação feminina na cadeia produtiva da Cultura. Focarmos na condição feminina, em seu emponderamento, autonomia, plenitude, igualdade e justiça.

02 – Incentivarmos e viabilizarmos ações culturais focadas em gênero e sempre que possível ter o gênero feminino como condutor das nossas realizações

03 – Otimizarmos em nossos trabalhos e atividades da cultura, valores que discutimos no #mulheres da cultura, uma vez que influenciam imaginários e comportamentos

04 – Atuarmos em Cultura e gênero com altruísmo, ética e honestidade

05 – Estudarmos, desenvolvermos e efetivarmos nossas ações na perspectiva da economia criativa.

06 -Sermos uma coletividade de reflexão.Discutirmos e compartilharmos saberes. Criarmos espaços de discussões, debates, idéias para trocarmos e socializarmos conceitos e conhecimentos.

07 – Socializarmos tecnologias, conhecimentos e saberes técnicos.Possibilitarmos formação, capacitação e trocas.

08 – Trabalhar quebra de paradigmas, visando a igualdade de gênero. Formular ações para capacitação e formação de mulheres em áreas onde pouco somos representadas;

09 – Sensibilizarmos os demais segmentos da sociedade quanto ao gênero feminino na cultura. Discutir, propor e realizar ações que incentivem as mulheres da cultura em seus empreendimentos

10 – Buscarmos sempre novas maneiras de fazer culturas, viabilizarmos gestões e gestoras femininas

11 – Ampliarmos o empreendedorismo feminino na cultura e socializarmos suas potencialidades

12 – Realizarmos as transformações necessárias para vivermos nossas vidas de maneira sustentável.

13 – Trazermos à tona ações em prol da cultura nas ruas. Lutarmos pelos espaços que fomentem os arranjos locais e contra o sucateamento e marginalização dos espaços culturais;

14 – Discutirmos e defendermos a criação e manutenção de políticas públicas para as culturas

15 – Incentivarmos a diversidade de mulheres. Reunirmos mulheres de diferentes contextos territoriais, raciais, econômicos, sexuais, sociais e profissionais, bem como das diversas áreas de atuação cultural.

16 – Celebrarmos os intercâmbios, agregarmos valores e militâncias, desenvolvermos ações coletivas, com acolhimento, respeito, união, cuidado, solidariedade entre mulheres;

17 – Prezarmos pela diversidade e respeito. Fazermos com que as diferenças sejam um fator motivador para nossa atuação

18 – Agregarmos todas as expressões culturais, sem excluir nenhum segmento

19 – Refletirmos para desenvolver a cadeia produtiva e possibilitarmos a capacitação criando vínculos e estabelecendo relações de confiança entre as mulheres;

20 -Garantirmos visibilidade aos nossos projetos, coletiva e individualmente; potencializarmos e difundirmos as estruturas que construímos e as que vamos construir

21 – Realizarmos empreendimentos de grande e pequeno porte, com capacitação para profissionais que atuam nos mesmos

22 – Elaborar projetos e diálogos institucionais. Atuarmos junto aos governos locais e nacionais pela viabilização de políticas publicas

23 -Dialogar com empresariado, gestores e políticos para apresentarmos nossas propostas e projetos em prol da cadeia produtiva da cultura

24 – Viabilizarmos parcerias com instituições de ensino e pesquisa

25 – Buscarmos a realização de iniciativas que unem educação e cultura, especialmente as voltadas a rede pública de ensino

26 – Garantirmos acessibilidade de portadoras e portadores de necessidades especiais , às nossas atividades

27 – Sermos protagonistas de nossas histórias, e de nossos cotidianos de criarmos Culturas

No Comments »

No comments yet.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URL

Leave a comment

 

Powered by R*